top of page
Buscar

100 novas espécies de animais marinhos

Uma expedição recente ao largo da costa do Chile revelou uma biodiversidade marinha surpreendente! Os cientistas a bordo do navio de pesquisa Falkor (too), do Instituto Schmidt Ocean, documentaram mais de 100 novas espécies de animais marinhos em apenas um mês.

Essa expedição, liderada pelo Dr. Javier Sellanes da Universidad Católica del Norte, utilizou tecnologia de ponta, incluindo veículos operados remotamente e sonares multifeixe, para explorar cadeias de montanhas submarinas pouco conhecidas.

Entre as espécies descobertas estão corais de águas profundas, "esponjas de vidro", lagostas-anãs e até polvos raramente vistos. Essa área, de cerca de 2.900 km², possui altos níveis de endemismo, com muitas espécies não sendo encontradas em nenhum outro lugar do planeta.

 Outra descoberta fascinante é a de quatro novas espécies de polvos em águas profundas ao largo da costa da Costa Rica. Esses polvos foram encontrados em um ecossistema de fontes hidrotermais, onde a água mais quente pode reduzir o período de incubação dos ovos, aumentando as chances de sobrevivência dos filhotes.

Os cientistas observaram esses polvos a cerca de 3.000 metros de profundidade, em uma área conhecida como El Dorado Hill. O habitat incomum, com suas fontes hidrotermais, cria um ambiente ideal para a reprodução desses cefalópodes, que geralmente são criaturas solitárias.

Essas descobertas não só ampliam nosso conhecimento sobre a biodiversidade marinha, mas também ressaltam a importância de proteger esses habitats únicos contra ameaças como a mineração em águas profundas e a pesca de arrasto.

A região onde essas novas espécies foram encontradas, incluindo os parques Juan Fernández e Nazca-Desventuradas, está legalmente protegida, mas outras áreas permanecem vulneráveis.

Fontes:

Smithsonian Magazine: https://nuel.ink/rAhgXt



4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page